Eduardo Sefer, Advogado

Eduardo Sefer

Recife (PE)
74seguidores9seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado, com experiência em Direito Empresarial e Civil, pós-graduando em Direito Tributário. Sócio da Oliveira Azevedo Advogados. Formado na secular Faculdade de Direito do Recife (UFPE). Professor de História nas horas vagas.

Principais áreas de atuação

Direito Civil, 35%

É o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas (regras e princípios) que r...

Direito Empresarial, 28%

Antigo Direito Comercial, é o ramo do direito que estuda as relações privatistas que envolvem a e...

Direito Tributário, 21%

É o segmento do direito financeiro que define como serão cobrados dos cidadãos os tributos e outr...

Direito de Família, 14%

É o ramo do direito que contém normas jurídicas relacionadas com a estrutura, organização e prote...

Correspondência Jurídica

Serviços que realizo como correspondente jurídico
Buscas e apreensões
Peças
Cargas
Recursos
Despachos
Andamentos

Comentários

(912)
Eduardo Sefer, Advogado
Eduardo Sefer
Comentário · há 4 dias
Eduardo Sefer, Advogado
Eduardo Sefer
Comentário · há 21 dias
O PT não está morto. Mas apanhou bastante, e encontrou um adversário à altura. A eleição de Bolsonaro não representa simplesmente uma mudança de rumo do executivo. Representa uma mudança radical na expressão política. A direita brasileira estava basicamente em coma. Estava além das franjas da política aberta e franca. Era inexpressiva, invisível. Seus grandes nomes ou morreram, ou afundaram na irrelevância, deixando um imenso vácuo (sabemos bem quem o ocupou...) - ou, ainda, ficaram na retaguarda e nos bastidores por décadas.

Pombas, há meros dois anos, o Democratas, sucessor do PFL, herdeiro da UDN, oriunda dos partidos de inclinação liberal de antanho, considerava francamente se declarar de "centro". Tinham vergonha de ser de direita!

O PT se tornou um gigante pelo fato que encampava, de forma genuína, o ideário das esquerdas. Não hesitava. Poderia, ocasionalmente, adotar o pragmatismo, mas passada a necessidade imediata, voltava à agenda com um rigor cego.

A direita brasileira cansou de ser centro. E o momento atual é diferente dos tempos de Collor (um grande injustiçado, por sinal). Bolsonaro tem nomes excepcionais ao seu lado (excetuando os familiares). Terá um apoio substancial no Congresso.

Temer conseguiu uma proeza extraordinária. Estabilizou a economia brasileira de forma absolutamente magistral; colocou freios às pretensões expansionistas do estado brasileiro, promoveu uma reforma ampla na hedionda legislação trabalhista, e encaminhou a tão necessária reforma do ensino médio. O quadro que Bolsonaro recebe está infinitamente melhor que a ruína deixada por Dilma. Terá pouca margem para errar.

A esquerda está fragmentada. Pela primeira vez desde os tempos de Brizola, o PT se vê solitário no seu terreno natural. E assim continuará. Não morreu, mas regrediu brutalmente.

Perfis que segue

(9)
Carregando

Seguidores

(74)
Carregando

Tópicos de interesse

(30)
Carregando

Livros Publicados

(1)

Apostila de Historiografia - Parte Geral - Até 1550

Material didático para pré-vestibular.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Eduardo
(81) 98857-56...Ver telefone
Rua General Joaquim Inácio, nº 830, Salas 606/607, Paissandu - Recife (PE) - 50070275

Eduardo Sefer

Rua General Joaquim Inácio, nº 830, Salas 606/607, Paissandu - Recife (PE) - 50070-275

Avenida Boa Viagem, nº 4268 - Recife (PE) - 51021-000

(81) 98857-56...Ver telefone

Entrar em contato